A Garota dos pés de vidro.

Ida, uma garota aventureira vai passar férias de verão com os amigos em uma pequena ilha chamada St. Hauda's Land, mas enquanto ela andava sozinha pela costa acabou conhecendo um peculiar homem... Henry Fuwa; estatura mediana, cabelo grisalho e bagunçado, óculos de haste grossa e barba para fazer. Depois de um pequeno acidente envolvendo Henry e um ciclista, Ida o chama para beber algo em um pub que ficava perto. O que, Ida não sabia é que a pequenina caixa que Henry segurava continha duas minúsculas vacas com asas de inseto... Mas será que Ida acredita nesta espécie? Ou quem sabe em um animal que transforma tudo o que vê em branco puro? Será que Ida acreditaria em corpos de vidro no pântano? Ou será que Henry apenas tomou bastantes doses de gim?

Ida volta para sua cidade natal e quando está fazendo seus exercícios matinais e escutando seu bom e velho hip-hop, sente algo machucando seu pé, uma farpa talvez. Chegando em casa,  no banho percebe que esta "farpa" ainda não saiu, ao olhar vê um pequeno pedaço de vidro dentro de seu pé, não era uma farpa e não, Henry não havia tomado bastantes doses de gim...O vidro agora fazia parte de seu pé, aquele pequeno pedaço de vidro agora era o seu pé.

Ida retorna a St. Hauda's Land em busca daquele peculiar homem Henry Fuwa, já que estava em seu perfeito estado quando a contou sobre os corpos de vidro, deveria saber a resposta e a cura. Ao retornar, fica na casa de um amigo de sua mãe - um ex-namorado- que com a semelhança entre Ida e a mãe vê nela uma possibilidade para recomeçar sua "vida amorosa". Porém um dia em que andava perto a casa em que estava hospedada, encontra Midas, um garoto cujo pai havia se suicidado quando ele ainda era novo. Mas entre este complicado “triangulo" amoroso, o caso raro de Ida vai se alastrando. Será que Ida vai conseguir a cura? Ou será que Ida será apenas mais um pessoa que Midas amava, mas partiu para sempre?

O livro é... Fantástico! As paisagens que são descritas... A trama... Os personagens são cativantes, tudo! É maravilhoso! Um livro perfeito para se ler no inverno... Em dias de chuva... Com uma boa musica acompanhando... Sugiro Fairyland da Angelzoom ou Eyes on Fire do Blue Foundation.



Ida: ” Uma garota estava sentada, tranquila, em uma rocha lisa. Por algum motivo, ele não a havia visto. Ela parecia ter saído de um filme dos anos cinquenta. A pele clara e o cabelo loiro eram tão pálidos que pareciam monocromáticos”

Midas: ” Ele abanou as mãos em um gesto vago. Essa pergunta complicada o preocupava com frequência. O que as outras pessoas não conseguiam entender é que fotografia não era um trabalho, um hobby ou uma obsessão; era simplesmente tão fundamental para sua interpretação do mundo como o efeito da luz mergulhando em sua retina.”

“Você pode ter mergulhado nas profundezas do mar, escalado os Alpes suíços e saltado de bungee jump, mas, se ainda não conhece os cenários fantásticos das ilhas de A Garota dos Pés de Vidro, ainda não viajou o bastante.”

- Santiago Nazarian.

Eis as Musicas

0 comentários:

Postar um comentário

Follow by Email

Sobre o blog

Ola,
Bem, neste blog irei reunir minhas três grandes paixoes: Literatura, musica e fotografia! Também vou colocar alguns textos que eu mesmo escrevo.
Bem, espero que vocês gostem, comentem e se inscrevam!
Beijooos! ;D

Seguidores